sábado, 14 de julho de 2018

SABORES DO CINEME-SE 2018

Nossa cardápio com as locações, o que acontecerá nelas e seus endereços:

Permita-se!!! ;-)



>> Lobo Estúdio: Rua Luís de Camões, 12, Vila Matias, Santos/SP
_________________________________________________________




LABX-S
Rua Sete de Setembro, 52, Vila Nova, Santos/SP
_________________________________________________________



Cineclube Lanterna Mágica – Unisanta
Rua Cesário Mota, 8, Boqueirão, Santos/SP
_________________________________________________________



Estação da Cidadania
Av. Ana Costa, 340, Campo Grande, Santos/SP
 _________________________________________________________



Senac Lapa
Rua Scipião, 67, Lapa, São Paulo/SP
_________________________________________________________



Jardin Cafeteria
Rua Gen. Jardin, 494, Vila Buarque, São Paulo/SP
_________________________________________________________


segunda-feira, 9 de julho de 2018

PORQUE CINEME-SE?


Somos criaturas leitoras e visuais, ingerimos palavras e imagens, somos feitos de palavras e imagens, sabemos que palavras e imagens são nosso meio de estar no mundo, e é através das palavras e imagens que identificamos nossa realidade e por meio de palavras e imagens somos, nós mesmos, identificados. Também somos música, pele, aromas e sabores... Eis o dialogo entre o leitor o espectador. Também lemos filmes... O livro “O leitor como metáfora: o viajante, a torre e a traça”, de Alberto Manguel (Edições Sesc, 2017, 148 páginas), usamos para trabalhar o ver/ler como viagem, e consequentemente o cinema como uma estrada a percorrer. Eis uma das essências do Festival #cineme_se2018... Saiba mais sobre o livro nesse link >>> https://www.revistaamalgama.com.br/…/resenha-o-leitor-como…/

sexta-feira, 6 de julho de 2018

PROGRAMAÇÃO COMPLETA - CINEME-SE 2018



SESSÃO CINEME-SE 1 - ABERTURA (18/07 - 20h – Lobo Estúdio - Santos)
Sinopse: Sessão Cine Imersiva “Adivinhe Quem Vem Para Jantar?”. Com vivências a partir do tema “Escolha”, degustações, exibição de curtas, experiência em VR/360°, música ao vivo e performances pelo espaço multiuso do Lobo Estúdio.

Curtas convidados:
- “Plantae”
- “Universo Preto Paralelo”
- “Estigma”
_________________________________

SESSÃO PIRUETA (19/07 – 14h às 15h – LabX-Santos)
Sinopse: Oficina lúdica e imersiva, vivência com Yoga, práticas sobre o primeiro cinema e exibição de curtas de animação, para crianças de 7 a 10 anos. Com a participação da professora de Yoga Darlene Monte.

Curta convidado: “Manhê”
_________________________________

SESSÃO CINE AFETIVO (19/07 – 15h30 às 16h30LabX-Santos)
Sinopse: Evento criado para expandir as percepções de pessoas com baixa visão ou com cegueira. Exibição de dois curtas-metragens, apresentados com audiodescrição e sinestesia a partir da narrativa e estética dos filmes. Com vivências lúdicas a partir da prática de Yoga e debate após as exibições, participação da professora de Yoga Darlene Monte.
_________________________________

SESSÃO CINEME-SE 2 (19/07 - 20h – Lobo Estúdio - Santos)
Sinopse: Sessão Cine Imersiva com meditação, degustações, foodbikes, exibição de curtas, experiência em VR/360° e graffith digital em árvores e fachadas.

Curtas convidados:

. “A Travessia”
. “Penúmbria”
. “Ana”
_________________________________

Roda de Conversa – Cinema Saberes e SaboreS (20/07 – 14h às 18h – Cineclube / Unisanta)
Sinopse: Encontro de profissionais do cinema, da gastronomia e da biologia com o espectador. Acontecerão ações imersivas, com degustação e gamificação sobre linguagem, estética e as técnicas cinematográficas e gastronômicas na montagem de filmes e alimentos. Profissionais convidados: Eduardo Lascane (Chef), Fábio de Almeida (Biólogo) e Márcia Okida (Designer Gráfica).

Curtas convidados:

. “Céu Azul”
. “Como é bom ser bom”
. “A Retirada para um coração bruto”
_________________________________

II BICICLETADA AUDIOVISUAL (20/07 – 19h30 às 20h30 – Do Canal 6 com a Praia à Estação da Cidadania)
Sinopse: A Bicicletada Audiovisual é uma ação coletiva sobre a ocupação urbana, com o objetivo de chamar a atenção sobre a mobilidade na cidade e outros temas diversos relacionados ao urbano, que será percorrido entre o Canal 6 com a Praia e a Estação da Cidadania (esquina das avenidas Ana Costa e Francisco Glicério).
_________________________________

SESSÃO CINEME-SE 3 (20/07 - 20h às 21h30 – Estação da Cidadania de Santos)
Sinopse: Ação cultural cine imersiva de ocupação urbana sobre a mobilidade nas cidades, a partir da experiência do cinema. Trajeto realizado com bicicletas entre o Canal 6 e a Estação da Cidadania, via orla de Santos. Com registros audiovisuais durante o percurso e, na chegada, haverá atividades culturais como: Meditação cine imersiva, graffit digial, performance audiovisual, exibição de curtas e foodbikes.

Curtas convidados:
. “Por Trás da Lata”
. “Corp”
. “Utilize a Ciclovia Se Tiver”
_________________________________

SESSÃO CINEME-SE 4 (21/07 - 14h às 18h – Senac Lapa - São Paulo)
Sinopse: Sessão com meditação cine imersiva, gamificação a partir da experiência do cinema e realidade virtual, graffit digital, exibição de curtas e a Roda de Conversa sobre “Experiência do cinema na cultura da convergência”, com profissionais convidados: Rodrigo Arnaut (Sócio dir. em VR Health no Esconderijo Criativo), Rodrigo Terra (COO da ARVORE Exp. Imersivas), Tadeu Jungle (Diretor e roteirista) e Yan Tibet (Montador de Cinema). Haverá também experiências com conteúdos imersivo em VR, numa ação da Esconderijo Criativo.

Curtas convidados:
“Okama - Vozes LGBTI nipo-brasileiras”
“Através de Ti”
_________________________________

SESSÃO CINEME-SE 5 (22/07 - 15h às 19h – Jardin Cafeteria - São Paulo)
Sinopse: Sessão com cine meditação, gastronomia criativa com gamificação a partir da experiência do cinema e a cultura do café, com realidade virtual, graffit digital, exibição de curtas e a Roda de Conversa sobre “Cinema e afetos numa tarde de domingo”, com os profissionais convidados: Leôn Moreno (Ator), Dado França (VJ) e Eduardo Ricci (Cineasta).

Curtas convidados:
“O Amor é um filme em Tóquio”
“Te Perdi no Metrô”
“Diriti de Bdé Buré”

SAIBA + EM NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK > #CINEME_SE2018






quarta-feira, 4 de julho de 2018

>> CURTAS METRAGENS CONVIDADOS


SESSÃO CINEME-SE 1 - ABERTURA (18/07 - 20h – Lobo Estúdio - Santos)

Curtas convidados:

- “Plantae” (Curta convidado representando o FICA2018)
Dir.: Guilherme Gehr , 2018 – Animação – Rio de Janeiro/RJ – 10’30”
Sinopse: Ao cortar uma grande árvore no interior da floresta amazônica, um madeireiro contempla uma inesperada reação da natureza. Uma reflexão sobre as consequências irreversíveis do desmatamento e da subjugação dos humanos aos demais seres da Terra.



. “Universo Preto Paralelo”
Dir.: Rubens Passaro, 2017 – Ficção – São Paulo/SP – 12’
Sinopse: Um paralelo traçado entre as violações de direitos humanos do passado escravocrata brasileiro e a ditadura militar por obras do século XIX e depoimentos dados a Comissão Nacional da Verdade. Quem são os heróis nacionais brasileiros? 



. “Estigma”
Dir.: Levi Elionai - Oficinas Querô,  2018 – Doc. – Santos/SP – 9’
Sinopse: o documentário Estigma, que aborda o racismo por meio de depoimentos de mulheres que tiveram contato com a turma durante a realização do curta-metragem.



______________________________________________________________

SESSÃO PIRUETA (19/07 – 14h às 15h – LabX-Santos)

Curta convidado:

“Manhê”
Dir.: Camila Amaral Xavier, 2018 – Ficção – Santos/SP – 11’25”
Sinopse: O dia dos pais pode ser cansativo quando você é mãe solo. Todas as responsabilidades e cobranças dobram. Daniela, mãe de Arthur, tem de trabalhar, levar o filho a escola, atender os desejos de uma criança de seis anos e estar atenta aos sentimentos de Arthur que nesse momento só quer um dragão marinho. Ou seria um canguru?


______________________________________________________________

SESSÃO CINE AFETIVO (19/07 – 15h30 às 16h30 LabX-Santos)
. Exibição de curtas surpresas da programação, com audiodescrição e vivências lúdicas com ioga


______________________________________________________________

SESSÃO CINEME-SE 2 (19/07 - 20h – Lobo Estúdio - Santos)

Curtas convidados:

. “A Travessia”
Dir.: Juliana de Freitas, 2018 – Doc. – Guarujá/SP – 12’
Sinopse: Mulheres de vários cantos do mundo, com culturas, costumes e linguagens diferentes que compartilham suas histórias de força e dialogam sobre a questão de gênero e racismo, propondo ações que gerem resultados para a transformação do cotidiano e construção de um futuro mais igualitário para as próximas gerações.



. “Penúmbria” (Curta convidado representando o FICA2018)
Dir.: Eduardo Brito, 2018 – Doc. – Portugal – 9’
Sinopse: A cidade distopiana de Penumbria foi fundada há duzentos anos, em um istmo distante – um lugar de solos áridos, mar revolto e clima violento. Penumbria deveu seu nome à sombra quase permanente, causada por ser uma montanha do sul. Um dia, seus habitantes decidiram sair, oferecendo a cidade ao tempo. Esta é a história de um lugar inabitável.


. “Ana”
Dir.: Vitória Felipe – Oficinas Querô, 2018 – Ficção – Santos/SP – 16’40”
Sinopse: Curta-metragem ANA traz duas protagonistas negras para a tela do cinema e foi todo produzido por jovens de 14 a 18 anos da Baixada Santista 





______________________________________________________________

RODA DE CONVERSA – Cinema Saberes e Sabores (20/07 – 14h às 18h – Cineclube / Unisanta)
Encontro de profissionais do cinema, da gastronomia e da biologia com o espectador. Acontecerão ações

Curtas convidados:

. “Céu Azul”
Dir.: Enzo B. Roncari, 2018 – Ficção – Santos/SP – 10’









. “Como é bom ser bom”
Dir.: Carlos Oliveira, 2017 – Doc. Fic. – Santos/SP – 31’
Sinopse: Durante um passeio de bicicleta pela cidade, um avô conta, ao seu neto de doze anos, a história de Dona Nízia com o médico e poeta José Martins Fontes (Santos, 23 de junho de 1884 – Santos, 25 de junho de 1937). O roteiro é baseado numa história real em que uma mulher, viúva e mãe de quatro crianças, não tinha recursos para pagar o tratamento de uma grave doença.


. “A Retirada para um coração bruto”
Dir.: Marco Antonio Pereira, 2018 – Ficção – Cordisburgo/MG – 14’40”
Sinopse: Ozório é um senhor de 70 anos que vive sozinho onde o Judas perdeu as botas, na zona rural de Cordisburgo-MG. Depois de perder sua esposa, ele passa seus dias ouvindo rock no rádio, até que um movimento no céu quebra sua rotina.

______________________________________________________________

SESSÃO CINEME-SE 3 (20/07 - 20h às 21h30 – Estação da Cidadania de Santos)

Curtas convidados:
. “Por Trás da Lata”
Dir.: Pedro Silveira, 2016 – Doc. – Santos/SP – 19’
Sinopse: Grandes expoentes da cena do graffiti na Baixada Santista revelam ao público sua relação com a arte urbana, o mercado, a sociedade e o poder público, entre outras controvérsias.




. “Corp” (Curta convidado representando o FICA2018)
Dir.: Pablo Polledri, 2018 – Animação – Cordisburgo/MG – 14’40”
Sinopse: Ambição, exploração laboral, poluição ambiental, degradação humana, mais-valia, corrupção e muito mais no fantástico mundo do mercado livre!




. “Utilize a Ciclovia Se Tiver
Dir.: Allan Albino, 2018 – Doc. – Santos/SP – 14’
Sinopse: O documentário mostra uma visão contrastante da mobilidade ciclística na cidade de Santos, abordando principalmente as ciclovias existentes e a opinião de seus usuários, sendo estes, moradores de diferentes regiões do município.




______________________________________________________________

SESSÃO CINEME-SE 4 (21/07 - 14h às 18h – Senac Lapa - São Paulo)

Curtas convidados:

“O.ka.ma - Vozes LGBT nipo-brasileiras”
Dir.: Felipe Higa, 2018 – Doc. – São Paulo/SP – 34’
Sinopse: O documentário Okama é também parte da construção de um espaço inexistente – é a afirmação do asiático LGBT enquanto indivíduo. Se o asiático nunca é visto como alguém detentor de uma identidade própria, Felipe Higa, ao viabilizar vozes nipo-brasileiras e suas vivências, nos obriga a vê-los como pessoas únicas: indivíduos com suas próprias histórias, afetos e angústias.


“Através de Ti”
Dir.: Diego Tafarel, 2017 – Ficção – Santos/SP – 16’
Sinopse: Sobre cumplicidade, sintonia e descobertas. Alguns sentimentos (nos) partem e outros não podem partir.



______________________________________________________________

SESSÃO CINEME-SE 5 (22/07 - 15h às 19h – Jardin Cafeteria - São Paulo)

Curtas convidados:

. “O Amor é um filme em Tóquio”
Dir.: Renato Cabral e Leo Kawabe, 2017 – Ficção – São Paulo/SP – 3’30”
Sinopse: O amor é uma fila. E nós somos o número que nunca é chamado. A espera de uma noite sem dormir. O frio sentimento de abandono. Nunca a nossa vez.


. “Te Perdi no Metrô”
Dir.: Marco T. Alves, 2017 – Ficção – São Paulo/SP – 3’
Sinopse: Emoções e sensações em ritmo delirante, febril e ardente de um amor que ainda queima. no metrô de são paulo, as estações mudam, mas não o sentimento. O vagão partiu, mas estão fechadas as portas para ela?



. “Diriti de Bdé Buré” (Curta convidado representando o FICA2018)
Dir.: Silvana Beline, 2017 – Doc. – Goiânia/Goiás – 19’
Sinopse: Documentário etnobiográfico que trata da vida de uma indígena mestra ceramista que trabalha com a feitura da boneca Karajá e suas relações intraetnia numa perspectiva de continuidade da cultura, além da manutenção econômica.



Mais informações em www.facebook.com/cinemese2018



sexta-feira, 28 de março de 2014

Minimalismo, tortura e nossas percepções

Por Diogo Asenjo

Minimalismo, um dos temas do Cineme-se, foi o foco do começo do quarto dia da Bienal. Com uma palestra ministrada por Márcia Okida, pela professora e coordenadora do curso de Produção Multimídia, da Unisanta. Foram discutidas todas as formas de minimalismo, que nada mais é do que dizer muitas coisas com poucos detalhes. Ela mostrou vários exemplos do minimalismo em obras de arte, esculturas, peças de teatro, filmes e haicais. Mas o tema principal explorado pela professora foi o filme "Her", que conta a história de um homem que se apaixona por um sistema operacional. Também foram apresentados seus haicais e obras em cima deles. Sempre com muitas formas geométricas, coloridas e com um amplo significado.


Mesmo com um estilo diferente, o minimalismo talvez não seja muito usado por não vender, disse a estudante de publicidade e propaganda, Beatriz Ojea. Ela ainda acrescentou que o fato se deve ao minimalismo não atingir as massas, pois é necessário ver além da obra, aprofundar o assunto e as pessoas não estão dispostas a isso.

À noite tivemos a presença de Marcelo Zelic do grupo “Tortura nunca mais” e de Bruno Torturra do grupo “Mídia Ninja”. Como na noite anterior o tema continuou sobre a ditadura e a falta de punição dos torturadores e principalmente de informação à população sobre um assunto tão recente na história do país. Que mesmo depois de 50 anos do golpe, parece que o Brasil não andou pra frente, que as torturas ainda acontecem, porém são escondidas.



Também foram discutidas as manifestações do ano passado, Bruno por ser do “Mídia ninja”, falou melhor como é feito o trabalho com as mídias sociais e a vida no meio das manifestações. Ambos ainda comentaram a falta de foco e lideranças das manifestações e da posição das mídias tradicionais perante os manifestantes.